Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Não deixe de ver também: Dukkha: Apego e o Medo

Especificamente no budismo, falamos de ignorância e sobre o eu ou ego, quando tomamos o eu como real, como uma entidade permanente, fixa, separada e independente. Esta é a causa fundamental do sofrimento ou Dukkha. Nós vemos o mundo em termos de “eu e meu”. Nós tomamos o nosso corpo ou ideias ou sentimentos como um eu ou pertencendo a um eu, um ego independente e substancial. Após a iluminação, Buda percebeu que o processo mente-corpo era um fenômeno constantemente em mudança e que não continha um eu fixo, independente e permanente. Nós não somos a mesma pessoa [mentalmente e fisicamente] de um momento para o outro. Para aquele que está profundamente metido na ilusão, o eu parece imutável e separado do resto da existência. O Buda percebeu que o eu era apenas um resultado do condicionamento, baseado na memória, experiências passadas e conhecimento acumulado, que o “eu” e “meu” eram apenas conceitos na mente, criados pelo processo de pensamento. Por causa desta ilusão de uma personalidade ego-sólida e independente, separada no tempo e no espaço, nos tornamos muito egocêntricos, nos levamos muito a sério, e gastamos muito esforço tentando satisfazer, proteger e magnificar este eu e suas imagens. A partir dessa noção de “eu”, temos um persistente desejo e apego, aversão e má vontade. Ficamos ligados aos nossos gostos e desgostos, às nossas ideias e opiniões, etc.

Google Imagens

Da raiz e do tronco da ignorância e da ilusão crescem o desejo e o apego autocentrados – o desejo, a cobiça, a inveja, o ciúme, o ódio, a competitividade, o orgulho, a arrogância, a presunção. Todos estes ramos crescem da raiz e tronco da ignorância e da ilusão, e estes ramos carregam os frutos do sofrimento, do descontentamento, da doença.

De acordo com a análise do Buda, todos os problemas do mundo, desde pequenos conflitos e disputas pessoais na família, até grandes guerras entre tribos, nações e países, surgem deste desejo egoísta. Desse ponto de vista, todos os problemas econômicos, políticos e sociais estão enraizados nesse apego egocêntrico e ganância (e ainda assim todos nós temos que morrer e deixar este mundo algum dia). Grandes estadistas e diplomatas que tentam resolver disputas e falar de guerra e paz somente em termos políticos e econômicos tocam apenas nas superficialidades, a superfície do conflito humano, e nunca conseguem ir fundo na verdadeira causa-raiz do problema. A humanidade tem tentado resolver seus problemas com uma mente problemática. A mente inquieta, confusa, reativa, não treinada é criadora de problemas, criadora de desejos egoístas, ódio e ilusão.

Google Imagens

Em suma, a causa do sofrimento é a ignorância e ilusão, uma falsa maneira de ver a realidade. Pensar e acreditar que o impermanente é permanente ou que a mudança é fixa e concreta, é ignorância e ilusão. Quando pensamos que há um eu permanente, imutável, separado e independente estamos imersos na ignorância e ilusão. Da ignorância nasce o desejo, a ganância, o ódio, o medo, a insegurança, o ciúme e inúmeros outros sofrimentos. O caminho para a libertação é o caminho do olhar profundamente para as coisas, a fim de realmente perceber a natureza da mudança e impermanência, a ausência de um eu separado e isolado e a interdependência de todas as coisas. Este caminho antigo é o caminho para superar a ignorância e a ilusão. Uma vez superada a ignorância, o sofrimento é transcendido. Esta é a verdadeira libertação. Não há necessidade de um eu para que haja libertação. Uma vez que você compreende o não-eu, então o fardo da vida se foi. Você estará em paz com o mundo. Quando vemos além do eu ou ego, além de “mim” e “meu”, não mais nos apegamos à felicidade e segurança, e então podemos ser verdadeiramente felizes, seguros e livres.

Fonte: An Inquiring Mind’s Journey – Bhante Kovida

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn
(Visited 50 times, 1 visits today)
Dukkha: Ignorância e Ilusão #03
Classificado como:            

Mostrar
Compartilhe
Compartilhe
Compartilhe
Canal no Youtube
Esconder
error: Este conteúdo pode ser divulgado sob permissão do autor - contato@rodadalei.com.br